domingo, agosto 06, 2006

De rolê pela Bela Vista

Às vezes a gente vive coisas querendo estar em outras. Nesse dia eu estava fazendo exatamente o que queria: estar com aquela mulherada, todas perdidas na noite. Uma garrafa de whisky, uns três maços de cigarro e um destino: o bairro do Bixiga.
– Mas em que lugar do Bixiga?
– Ahh, em Q-U-A-L-Q-U-E-R lugar do Bixiga!!!
(afinal depois das 22:00, o Bixiga é só a 13 de maio...pra nós!)
Subindo essa longa rua, rindo e derrubando nossa preciosa bebida dos copinhos de plástico chegamos a um lugar meio mágico. Milhões de bandeirinhas prateadas iluminavam o céu negro e refletiam o vermelho e o verde das barraquinhas da festa de Nsa. Sra. de Achiropita. Mais perto da Igreja, começamos a escutar um som familiar e nos aproximamos.
- Ai! Tem que pagar pra entrar, moça?
- Tem! (nossos olhares se cruzaram frustrados, tínhamos gastado nossos poucos pardais no estacionamento) – É um mulher e três homem....
- Quê??!! (em uníssono)
E imediatamente sacamos nossas notinhas surradas e entramos no antigo casarão ao som de João Nogueira....

Não, ninguém faz samba só porque prefere, coisa nenhuma no mundo interfere sobre o poder da criação! Não...

....só saímos de lá as 6:00 horas do dia seguinte! Depois de termos que explicar cautelosamente que não, moço, a gente não é da polícia...

3 Comments:

Blogger  said...

E uma das integrantes do "bloco" voltou de taxi, bêbada, ouvindo o moço cantar "glamurosa, rainha do funk, poderosa" etc... Quero mais!

2:55 PM  
Blogger Cqs said...

Não, moço! Nóis não é da poliça!

4:49 PM  
Blogger catchola said...

As perninhas estão doendo...até agora... "Quem nunca viu o smaba amanhecer, vai no Bexiga pra ver, vai no Bexiga pra ver..."
Beijocas

8:05 AM  

Postar um comentário

<< Home