segunda-feira, abril 19, 2010

Um ser de luz

Um dia
Um ser de luz nasceu
Numa cidade do interior
E o menino Deus lhe abençoou
De manto branco ao se batizar
Se transformou num sabiá
Dona dos versos de um trovador
E a rainha do seu lugar
Sua voz então
Ao se espalhar
Corria chão
Cruzava o mar
Levada pelo ar
Onde chegava
Espantava a dor
Com a força do seu cantar

Mas aconteceu um dia
Foi que o menino Deus chamou
E ela se foi pra cantar
Para além do luar
Onde moram as estrelas
A gente fica a lembrar
Vendo o céu clarear
Na esperança de Vê-la, sabiá

Sabiá
Que falta faz tua alegria
Sem você, meu canto agora é só
Melancolia
Canta, meu sabiá, voa, meu sabiá
Adeus, meu sabiá, até um dia

(João Nogueira)

4 Comments:

Blogger Eliana said...

Ei Ju, que linda essa música em homenagem a Clara! Sou (ainda) fã dela. Ela, e o Paulinho (claro!) são os responsáveis por ser Portelense! Que boa recordação você me proporcionou. Bjs. Lia

6:40 PM  
Blogger jubs said...

Ai que bom Lia! Fico feliz. Essa música tirei de um álbum do João Nogueira com o Paulo César Pinheiro, chama-se Parceria, é de 1994.
Dá para baixar ele todo no www.pratoefaca.blogspot.com

Beijão

6:45 AM  
Blogger jubs said...

E se você clicar no link do post:(João Nogueira), você baixa pelo menos essa música...
Bjo

6:48 AM  
Blogger Eliana said...

Valeu pela dica, Ju. Baixei tudo. O album é liiiindo! Bjs.

9:35 PM  

Postar um comentário

<< Home